Amazonas Esportes

Vasco vence segunda na série B e completa 29 jogos invictos

Luan, à frente, fez o gol da vitória/Foto: Paulo Fernandes
Luan, à frente, fez o gol da vitória/Foto: Paulo Fernandes
Redação
Escrito por Redação

O Vasco conquistou sua segunda vitória, em duas rodadas na Série B. O time recebeu na tarde de hoje, sábado, a visita do Tupi, e não teve atuação tão inspirada. Não criou tantas chances e ainda viu o adversário acertar a trave duas vezes durante a partida, mas ganhou por 1 a 0. O gol foi do zagueiro Luan, no primeiro tempo, de cabeça.
Os dois times voltam a entrar em campo pela Série B já na terça-feira. O Vasco visitará o Vila Nova, ao passo que o Tupi buscará os primeiros pontos na competição dentro de casa diante do Paysandu.
Quem foi bem: Nenê comanda ataque do Vasco

Sem Riascos e Andrezinho, sobrou para ele articular praticamente sozinho as ações ofensivas do Vasco. Até por ficar sobrecarregado, não teve uma das suas melhores atuações com a camisa do Vasco, mas jogou o suficiente para ser o grande destaque da equipe. Levou perigo muitas vezes em que pegou na bola e foi caçado pelos marcadores do Tupi em campo, que se revezaram para brecá-lo com faltas. Decisivo, cobrou a falta que resultou no gol de cabeça de Luan no primeiro tempo.

Quem foi mal: Glaysson e Jonathan prejudicam o Tupi

Quem foi mal O goleiro passou longe de transmitir segurança ao seu time durante o jogo. O lance que originou o gol de Luan no primeiro tempo contou com colaboração dele, que saiu muito mal para tentar cortar o cruzamento e deixou as redes completamente desprotegidas. Não foi um acontecimento isolado. Glaysson continuou saindo muito mal do gol em outras oportunidades. Já Jonathan recebeu o cartão vermelho direto aos 33 do segundo tempo, após uma entrada dura em Evander, deixando o Tupi com um a menos justo no momento em que o time começava a chegar mais forte em busca do empate.

Thalles: muito esforço, pouco resultado

Novo titular do ataque no lugar de Riascos, que voltou de empréstimo ao Cruzeiro, Thalles bem que se esforçou para tentar fazer a torcida vascaína não sentir falta do antigo dono da posição. Lutou bastante, mas não conseguiu. Buscou finalizar para o gol nas vezes em que teve a bola nos pés, mostrando até uma certa ansiedade para deixar logo a sua marca. Não teve sucesso e viu os torcedores perderem a paciência com ele no fim.

Vasco cresce depois do intervalo, mas dá espaços

Sem Riascos e Andrezinho, o Vasco até ficou mais com a bola no início da partida, mas não conseguiu transformar essa superioridade em uma pressão tão grande assim. A bola parada e a ajuda do goleiro adversário no lance fizeram o time abrir o placar aos 39 minutos, com gol de Luan após cobrança de falta de Nenê. No segundo tempo, o Vasco melhorou e passou a criar boas oportunidades com uma frequência um pouco maior, principalmente pelos lados do campo. Por outro lado, também deu espaço para algumas boas descidas do oponente, que assustou e só não chegou à igualdade porque o goleiro Martín Silva trabalhou muito bem nas vezes em que foi acionado.

Tupi joga fechado, mas leva perigo

Apesar de ver o adversário ficando mais com a bola no começo de jogo, o Tupi conseguiu assustar mais. Aos quatro minutos, uma finalização de Jonathan da entrada da área forçou Martín Silva a fazer grande defesa. No minuto seguinte, acertou o travessão com um chute de Fillipe Alves. Depois disso, porém, voltou a ficar mais fechado no campo de defesa, preocupando-se bastante em matar as jogadas que Nenê tentava criar. A pressão do Vasco foi maior no segundo tempo. O Tupi passou muito perto várias vezes de tomar o segundo gol, mas também teve espaço para aproveitar alguns contra-ataques. Em um deles, depois de um erro de Jorge Henrique, acertou novamente o travessão com um chute de Marcos Serrato.

Andrezinho sai no início e preocupa

Um dos principais homens de articulação de jogadas no ataque do Vasco, o meia sentiu dores musculares na coxa direita logo aos seis minutos de jogo e não conseguiu ficar em campo. Foi substituído por Evander.
FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 0 TUPI

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de maio de 2016 (Sábado
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araujo (AL) e Brigida Cirilo Ferreira (AL)
Público: 5.460
Renda: R$ 147.035,00
Cartões amarelos: Yago Pikachu, Evander, Martín Silva (Vasco); Filippe Formiga, Rafael Jataí (Tupi)
Cartão vermelho: Jonathan (Tupi)
Gol: Luan (Vasco), aos 39 do 1º tempo

Vasco: Martín Silva; Yago Pikachu, Rodrigo, Luan e Julio Cesar (Henrique); Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho (Evander) e Nenê; Jorge Henrique e Thalles
Técnico: Jorginho

Tupi: Glaysson; Filippe Formiga, Heitor, Rodolfo Mol e Bruno Costa; Rafael Jataí, Filipe Alves (Henrique), Marcos Serrato e Jonathan; Thiago Silvy (Ygor) e Giancarlo (Gabriel Sacilotto)
Técnico: Ricardo Drubscky (UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.