Amazonas Esportes

Vasco x Figueira, São Paulo x Ponte abrem rodada do Brasileirão hoje(29)

Rafael Silva, o herói do mata-mata/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O Vasco testa mais uma vez hoje à noite no Maracanã o efeito da vitória, e, agora, também, da eliminação do maior rival, sobre adversários do Brasileiro. E o desafio é contra um time que vem embalado, também, em classificação emocionante na Copa do Brasil, mas que inspira cuidados na competição de pontos corridos. A grosso modo, o jogo das 18h30 no Maracanã (de Brasília), reúne duas equipes que vêm embaladas de mata-mata atrás de uma sobrevida e esperança no Brasileiro.
O time do técnico Jorginho, que tenta motivar os jogadores vascaínos a cada dia, não vence no Brasileiro desde a 14ª rodada – no dia 19 de julho o treinador ainda era Celso Roth – e busca, mais uma vez, a arrancada para a missão que para muitos é impossível: escapar do terceiro rebaixamento para a Série B em oito anos.

– O time quer fazer esse jogo, aquele que a gente vai olhar e falar “esse mudou a história”, “daqui para frente a coisa vai mudar”. Estamos focados em reagir, precisamos levantar nesse torneio e não abandonar a luta – disse Martín Silva, o goleiro uruguaio, que ao seu modo é um dos líderes deste grupo vascaíno.

A classificação heroica na Copa do Brasil aumentou e muito a confiança dos catarinenses. Com pouco tempo para treinar e mais na conversa com René Simões, o Figueirense busca somar pontos no Rio de Janeiro para abrir distância do Z-4 e, de quebra, dificultar a vida de um rival que luta pela permanência na primeira divisão.

Francisco Carlos do Nascimento (AL) apita o jogo, auxiliado por Pedro Jorge dos Santos de Araújo (AL) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL).

As escalações

Vasco: no quarto jogo pelo Vasco, o técnico Jorginho terá que mudar a escalação pela primeira vez. Com desfalques, ele decidiu promover Rafael Silva a titular na vaga de Jorge Henrique. O time deve ir a campo com Martín Silva, Jean Patrick, Luan, Anderson Salles e Christiano; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos e Nenê; Rafael Silva e Riascos.

Figueirense: René Simões tem importantes voltas e, se não mexe tanto no time titular, ganha opções ao longo do jogo. Clayton, com desgaste muscular, é dúvida. O provável Furacão tem: Alex Muralha; Leandro Silva, Bruno Alves, Thiago Heleno e Marquinhos Pedroso; Paulo Roberto, Dener, Fabinho e João Vitor; Dudu e Clayton (Alemão).

São Paulo e Ponte não vencem há duas rodadas

Rogério Ceni é dúvida no São Paulo/Foto Divulgação

                                           Rogério Ceni é dúvida no São Paulo/Foto Divulgação

São Paulo e Ponte Preta já foram integrantes do G-4 do Campeonato Brasileiro, mas caíram de rendimento durante o primeiro turno. O confronto de hoje, sábado, válido pela segunda rodada do segundo turno, a partir das 21h00 (de Brasília), no Morumbi, colocará frente a frente equipes que não vencem há duas rodadas na competição, e que tiveram desempenhos distintos atuando por outras competições no meio de semana.

O Tricolor, que podia perder o técnico Juan Carlos Osorio, bateu o Ceará por 3 a 0, em Fortaleza, e garantiu vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O resultado, no entanto, não serviu para acalmar os ânimos dentro do clube, já que o colombiano, em sua última entrevista coletiva, atacou a diretoria, criticou o próprio elenco e deixou no ar que ainda pode deixar a equipe para assumir o comando de uma seleção.

Já a Macaca foi eliminada da Copa Sul-Americana pela Chapecoense, o que provocou a ira de sua torcida, que criticou a iniciativa da comissão técnica de escalar os reservas na competição. Para piorar, o clube perdeu o zagueiro Pablo, um dos seus destaques, que foi negociado com o Bordeuax.

O árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza será o árbitro, auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Vicente Romano Neto.

São Paulo: com mais um treino fechado, Juan Carlos Osorio não deu pistas do time titular. Rogério Ceni não treinou na sexta-feira, mas foi relacionado para fazer testes antes do jogo. Alexandre Pato, que está sendo negociado pelo Corinthians com o Tottenham, também está na lista. Assim, o Tricolor pode jogar com Rogério Ceni (Renan Ribeiro); Auro, Rodrigo Caio, Luiz Eduardo e Reinaldo; Thiago Mendes, Michel Bastos e Paulo Henrique Ganso; Carlinhos, Wilder Guisao e Alexandre Pato.

Ponte Preta: a Macaca terá três mudanças em relação ao empate por 0 a 0 com o Grêmio, todas forçadas. Na defesa, a saída de Pablo para o Bordeaux abriu espaço para Tiago Alves, enquanto Cesinha e Diego Oliveira ficam com as vagas no ataque de Biro Biro e Borges, vetados pelo departamento médico. Se nenhum imprevisto acontecer, a Ponte vai a campo com Marcelo Lomba; Rodinei, Tiago Alves, Renato Chaves e Gilson; Fernando Bob, Elton e Bady; Felipe Azevedo, Cesinha e Diego Oliveira.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.