Mundo

Venezuela é impedida de assumir o Mercosul

A Venezuela deveria assumir a presidência do Mercosul em julho/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
A Venezuela deveria assumir a presidência do Mercosul em julho/Foto: Divulgação

A Venezuela deveria assumir a presidência do Mercosul em julho/Foto: Divulgação

Na última terça-feira (13), Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, países fundadores do Mercosul, impediram a Venezuela de assumir a presidência do grupo e decidem assumi-la de forma conjunta.

Além disso, de acordo com o portal G1, caso não se adeque às normas e acordos vigentes no Mercosul até 1º de dezembro, a Venezuela poderá ser suspensa do bloco.

A partir de agora, o país terá mais dois meses para se adaptar às regras, ou poderá ser suspenso.

“Em razão do descumprimento, pela Venezuela, dos compromissos assumidos no Protocolo de Adesão ao Mercosul, assinado em Caracas em 2006, especificamente no que se refere à incorporação ao ordenamento jurídico venezuelano de normas e acordos”, explica em nota José Serra, ministro de Relações Exteriores.

Entre os acordos e normas exigidos pelo bloco à Venezuela estão Acordo de Complementação Econômica nº 18 (1991), o Protocolo de Assunção sobre Compromisso com a Promoção e Proteção dos Direitos Humanos do Mercosul (2005) e o Acordo sobre Residência para Nacionais dos Estados Partes do Mercosul (2002).

Por ordem alfabética, a Venezuela deveria assumir a presidência do Mercosul em julho, após o Uruguai. Porém, alguns países se opuseram por conta da situação política e econômica que o país enfrenta.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.