Amazonas Política

Vereador propõe implantação de ‘Campanha de Prevenção ao Câncer’

Vereador Ednailson Rozenha (PSDB), propõe campanha/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Vereador Ednailson Rozenha (PSDB), propõe campanha/Foto: Divulgação

                 Vereador Ednailson Rozenha (PSDB), propõe campanha/Foto: Divulgação

Estudos demonstram que, se políticas públicas de prevenção, detecção e tratamento do câncer não forem aprimoradas, a doença será a maior causa de mortes em 2029, em todo o país. Pensando nisso, o vereador Ednailson Rozenha (PSDB), apresentou na manhã de hoje, segunda-feira (15), na Câmara Municipal de Manaus, uma indicação que prevê a implantação de uma “Campanha Municipal de Prevenção ao Câncer”, em todas as áreas da saúde.
De acordo com a indicação, a campanha deverá ser realizada pela Prefeitura de Manaus, através da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que deverão trabalhar em conjunto, para que ações de incentivo a prática de prevenção contra o câncer sejam trabalhadas na vida social de alunos e consequentemente de seus familiares.

A proposta deverá ser analisa e aprovada pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), e depois encaminhada à Prefeitura de Manaus, para que decida sobre sua implementação.

“Infelizmente, sabemos que a maioria das pessoas só procura ajuda médica quando percebe que está com problemas sérios de saúde, quando o problema começa a lhe prejudicar no dia a dia. Mas não há uma cultura de prevenção em nossa população, e nesse caso, a maioria dos ‘despreocupados’ são os homens. Creio que com a implantação de uma campanha permanente nesse sentido, teríamos resultados melhores em relação a preocupação com essa doença tão séria”, defendeu Ednailson Rozenha, autor da proposta.

Na prática, a indicação prevê que ações como palestras de conscientização e incentivo à prevenção sejam realizadas, obedecendo a um cronograma que deverá ser pré-definido pela Semed e Semsa. As atividades poderão contar com a participação de entidades da sociedade civil, que queiram contribuir com a cultura da prevenção, professores, profissionais da área da saúde, além de outros profissionais interessados.

Estudo

Segundo estudo, que foi tema de matéria da imprensa local, a incidência e mortalidade pela doença será extremamente diversa, de acordo com o tipo de tumor, o sexo e a região do País. O estudo revela que mortes ocasionadas pelo câncer deverão superar as mortes por doenças cardiovasculares, como enfarto e AVC.

O estudo foi realizado pelo Observatório de Oncologia, plataforma de análise de dados criada pelo movimento Todos Juntos Contra o Câncer, liderado pela Associação Brasileira de Leucemia e Linfoma (Abrale).

Pesquisadores fizeram uma estimativa do número de óbitos por dois tipos de doença: câncer e problemas cardiovasculares e com base nas taxas de mortalidade no período de 2000 a 2013, nos dados de projeção do Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística (IBGE) da população foi identificado, que a curva de crescimento das mortes por câncer estava mais inclinada do que a das doenças cardiovasculares, o que indica que elas deverão se cruzar e por isso o câncer aparece como a principal causa de mortes até 2029.

“A pesquisa mostra que até lá a taxa de mortalidade por tumores será de 115 por 100 mil habitantes, enquanto o índice de óbitos por doenças cardiovasculares será de 113 por 100 mil habitantes.

Atualmente o câncer é responsável por 106,3 mortes por 100 mil brasileiros. Nossa proposta tem a finalidade de contribuir com as ações do Poder Público Municipal no combate a falta de preocupação da população em procurar prevenção. Além disso, objetiva o incentivo para a realização de exames periódicos. Espero que nossa indicação seja aprovada e implantada pela Prefeitura”, concluiu Rozenha.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.