Colunas Max Diniz

Vida social em tempo de crise (Por Max Diniz Cruzeiro)

Neurocientista clínico Max Diniz Cruzeiro(DF)
Redação
Escrito por Redação

1º) Faça tudo você mesmo:

– Compre mantimentos básicos e aprenda a fazer o que você está acostumado a consumir (dica: vídeos do youtube);

– Aprenda a comprar os materiais e reformar as coisas que não podem esperar em sua casa. Nunca gaste nada sem antes estudar detalhadamente cada item que você precisará de adquirir para fazer o conserto para evitar gastos desnecessários.

2º) Faça de sua casa um restaurante entre amigos:

– Combine com seus amigos de cada um trazer um prato e confraternize ocasiões especiais; ou;

– Transforme sua casa em um clube de negócios (restaurante doméstico) onde cada um irá contribuir com uma quantidade de dinheiro para consumir a refeição.

3º) Em época de gasolina cara:

– Reduza seus deslocamentos desnecessários;

– Aproveite uma única viagem para realizar várias tarefas de que venha a necessitar;

– Condicione seus horários com as pessoas do seu convívio para aproveitar o deslocamento simultâneo para mais de um membro de sua residência ou amigos;

– Resolva tudo o que puder por processos on line, como: Internet ou telefone;

4º) Evite empréstimos bancários:

– Faça um esforço para quitar suas dívidas com juros mais elevados o mais rápido possível.

– Em caso de real necessidade tente primeiro vender algo de sua posse, para em seguida requisitar recursos com pessoas de sua família.

– Reduza seu pacote no banco, você não precisa ser o top de linha neste momento, pois está projetando seu consumo para baixo.

5º) Hora de reduzir progressivamente as despesas:

– Se você possui mais de um telefone se condicione apenas a ter uma única operadora.

– Reduza a despesa de água e energia elétrica. Veja na internet como fazer isto.

– Escolha o pacote de tv por assinatura mais barato, ou elimine a despesa.

– Quando o gasto for estritamente necessário procure profissionais em seu ciclo de amizade para fortalecer o intercâmbio monetário no seu agrupamento.

– Não é hora de fazer novas assinaturas e nem se endividar em financiamentos.

– É hora de evitar o Entretenimento que irá ampliar os seus gastos. Mas crie alternativas para consumir diversão sem onerar seu orçamento. Não encoste em seus amigos suas despesas.

– É hora de reduzir o consumo:  de bebidas alcoólicas, cigarro, produtos caros que existam substitutos mais baratos, passeios, cosméticos, brinquedos, viagens,…

Investimentos que não devem ser reduzidos de forma alguma:

– Investimento pessoal em Educação;

– Investimento pessoal na casa própria se você morar de aluguel;

– Investimento em profissionalização;

6º) Não é hora de:

– Não é hora de sair do emprego por algo incerto;

– Não é hora de investir em bolsa de valores (pequeno poupador);

– Não é hora de usar o cartão de crédito até o limite de consumo; Reduza a quantidade de cartões no banco. Nunca deixe resíduo do cartão para o mês seguinte, os juros atuais estão na ordem de 20%.

– Não é hora para investir sem ter constituído um público fixo, pois não é hora de formação de consumidores.

7º) Hora de conhecer o próximo:

– Procurar saber as potencialidades de seu agrupamento;

– Estudar a capacidade ociosa de seu agrupamento para montar um negócio que reduza as despesas de seu agrupamento;

– Conhecer as próprias necessidades, se recondicionar e partir para práticas que não propiciarão manutenção ou elevação dos gastos, pois seu objetivo é projetar suas despesas para baixo;

– É hora de utilizar a leitura como diversão para ocupar a mente no aprendizado.(Max Diniz cruzeiro – Neurocientista Clínico, Psicopedagogo Clínico e Empresarial – www.lenderbook.com)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.