Brasil

Vídeo no celular de Raí mostra menor implorando para não ser estuprada

Redação
Escrito por Redação

A polícia encontrou em um vídeo registrado no celular de Raí de Souza um apelo da jovem de 16 anos estuprada duas vezes no Morro da Barão, na Praça Seca. O jovem de 22 anos gravou a violência ocorrida nos últimos dias 21 e 22 de maio. No segundo ato, ela ainda foi humilhada por um dos criminosos com xingamentos. Segundo a polícia, foram 36 horas que ela passou na mão de criminosos.

Além do vídeo que já havia sido publicado, uma outra gravação feita, juntamente com outros dois traficantes, mostra as cenas e os algozes introduzindo, inclusive, objetos nas partes íntimas da menina desacordada.

Raí e Raphael Assis Duarte Belo, de 41, continuam presos. Raí foi ligado ao crime porque chegou a admitir que seria responsável por gravar o vídeo que mostra a jovem nua e desacordada, mas, dias depois, mudou sua versão. Já Raphael aparece no vídeo fazendo uma selfie com a vítima desacordada ao fundo.

No novo vídeo, há a comprovação da participação de, além de Raí e Raphael, Moisés Camilo de Lucena, conhecido como Canário, e Jefinho, ambos foragidos.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.