Amazonas Formal & Informal

Voto de Yêdo Simões deve desempatar placar do julgamento de José Melo

Desembargador Yêdo Simões pode desempatar placar da cassação/Foto: Divulgação
Desembargador Yêdo Simões pode desempatar placar da cassação/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Desembargador Yêdo Simões pode desempatar placar da cassação/Foto: Divulgação

Desembargador Yêdo Simões pode desempatar placar da cassação/Foto: Divulgação

Vai caber ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TER-AM)), desembargador Yedo Simões, dá o seu voto de minerva, ou seja, desempatar a votação do processo que envolve o governador José Melo e o vice, Henrique  Oliveira, votação que, até agora, está empatada em 3 a 3.
Missão das mais difíceis porque vai depender da decisão de Yedo Simões se o governador vai ou não permanecer no cargo.

A próxima sessão do pleno do TER está marcada para ocorrer no próximo dia 9 de setembro, depois do feriado, e nela além de dar o seu voto, o desembargador poderá dar a sentença que poderá ou não tirar o governador da função.

O último a votar contra a cassação de Melo foi o juiz Felipe Thury que entendeu que não havia irregularidade para condenar José Melo e Henrique Oliveira, no processo em que os dois são acusados de poder econômico nas eleições de 2014.

O julgamento que começou no dia 28 de julho já teve sete adiamentos. O placar estava 3 a 0 pela cassação, mas os advogados de defesa de José Melo conseguiram reverter uma cassação que era quase certa e três julgadores votaram contrários a cassação.

A grande decisão será dada no próximo dia 09 e pode vir com uma vitória, ou seja, uma absolvição do governador.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.