Mundo

WikiLeaks vaza documentos privados de e-mail do diretor da CIA

WikiLeaks-documentos-privados-CIA
Redação
Escrito por Redação

A agência de informações norte-americana (CIA, da sigla em inglês) denunciou um ataque cibernético ao correio eletrônico pessoal do diretor da organização, John Brennan, depois que a Wikileaks divulgou vários documentos que teriam sido obtidos por meio desta conta de e-mail.

“Não há qualquer indício de que os documentos publicados até agora tenham classificação ‘confidencial’”, reagiu a CIA, em comunicado, denunciando “o ataque cibernético à conta da família Brennan, [que] é um delito” e considerando que o ataque foi feito com “intenções maldosas”.

A organização WikiLeaks revelou na quarta-feira (21) seis documentos, supostamente provenientes da conta de e-mail pessoal de John Brennan, datados do período entre 2007 a 2009, anterior à sua posse como diretor da agência, em 2013.

“Hoje, 21 de outubro de 2015, e durante vários dias, a WikiLeaks vai publicar documentos provenientes de uma das caixas de correio eletrônico não-governamentais do chefe da CIA, John Brennan”, escreveu a organização em seu site na internet.

John Brennan “utilizou esta conta ocasionalmente para projetos ligados às informações”, garantiu a WikiLeaks, na introdução da primeira mensagem divulgada, considerada embaraçosa para a agência de informações.

John Brennan trabalhou no setor privado entre 2005 e 2008, segundo a sua biografia disponível na página da CIA na internet, depois de já ter trabalhado na agência, entre 1980 e 2005.

Em 2009, a Casa Branca contratou Brennan como conselheiro do presidente Barack Obama para assuntos ligados à segurança interna e à luta antiterrorista, segundo a biografia oficial do diretor da CIA.

(Notícias ao Minuto)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.