Amazonas Cultura

Workshop de Mídias Sociais abre debate sobre Comunicação Institucional

Workshop de Mídias Institucional/Foto: Ilustração
Redação
Escrito por Redação
Workshop de Mídias Institucional/Foto: Ilustração

                                                 Workshop de Mídias Institucional/Foto: Ilustração

Abrindo caminho para o debate sobre comunicação institucional, a Secretaria de Estado de Comunicação Social (Secom), realiza na sexta-feira (15), das 08h00 às 17h00, o 1º Workshop em Mídia Sociais, no auditório da sede do Governo do Amazonas, no bairro Compensa, na zona oeste, voltado para profissionais da comunicação que atuam nos órgãos da administração direta e indireta, abordando tema nos mais diversos aspectos, do manuseio das ferramentas a sua utilização como instrumentos de comunicação e marketing, até a abordagem jurídica.
De acordo com o secretário estadual de Comunicação, Amaral Augusto, as mídias sociais são o primeiro tema de um debate que deve entrar para programação de eventos no segmento da comunicação institucional da Secom. “É uma maneira de integrar os assessores ao ambiente das redes sociais, mas o propósito mesmo é trazer para o Governo um fórum permanente de comunicação institucional. Tornar isso um marco de discussão da comunicação como um todo, trazendo outros temas importantes que a gente pouco ou quase nunca debate e que são fundamentais para o alinhamento da nossa rede de comunicação”, destacou o secretário.

Sobre o fato de iniciar os debates com o assunto mídias sociais, o secretário explica que atende aos anseios dos próprios assessores de imprensa, que, de maneira geral, sugeriram o tema. “Também pelo fato de serem ferramentas importantes que estão em evidência, que todo mundo usa e que se tornaram muito eficientes na propagação da notícia, da informação, da própria integração do conteúdo. A gente pretende usar as novas mídias não somente para a comunicação com o público alvo, mas também para uma comunicação institucional mais eficiente, assessor versus assessor, assessor versus assessorado”.

Parceiros – Os eventos têm a parceria da Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead), que está incluindo na sua grade de programação para capacitação os eventos voltados à área da Comunicação; além do Fundo de Promoção Social (FPS) e a Prodam. “A gente também tem estudado outras parcerias com instituições federais nessa área de aprendizado e educação em comunicação institucional. É um ensaio que estamos fazendo que, certamente, vai render um resultado muito bom para os profissionais e para o Governo de maneira geral”.

Palestrantes – A programação do workshop inclui nomes importantes da comunicação e do marketing e de outros segmentos relacionados. São eles: o gerente de Marketing e Comunicação do Sebrae-AM, Márcio Raphael Silva, com a palestra “Marketing na Era do Diálogo: o Valor Pelo Conteúdo”; o diretor-presidente da Prodam, Márcio Lira, que vai falar sobre “Utilização e Manuseio das Ferramentas nas Mídia Sociais”; a advogada Marcela Paulo, com o tema “Do Bang Bang ao Juridiquês: Rede Social Não é Terra Sem Lei”; as jornalistas Amanda Motta e Roberta Bindá, que vão apresentar “Cases de Sucesso: Amazonas Social e a UEA” e o diretor executivo da Opinião Comunicação e Estratégia, Paulo Petitinga, com o tema “Para que Servem e Como Utilizar os Números nas Redes Sociais para Entender Nossa Posição”.

“Estamos trazendo bons nomes e que irão fazer uma viagem bem interessante no que diz respeito às mídias sociais, tanto do aspecto legal até o aspecto da eficiência, de como utilizar e como tirar dessas mídias os melhores resultados”, observa Amaral Augusto.

O professor Márcio Raphael Silva, do Sebrae-AM,  explica que, entre outros assuntos, vai abordar a interação do público com as marcas e a importância de ser uma autoridade nas redes sociais. A ideia, segundo ele, é que as instituições tracem uma estratégia de marketing nas redes sociais para que se tornem referência para seu público alvo.

“É nas redes sociais que o público ou consumidor tem a maior interação com a marca. Manter uma boa relação, ser um referencial, uma autoridade no assunto, é tão importante como estratégia de marketing para os órgãos governamentais, que prestam serviços, quanto é para as marcas de produtos comerciais”, ensina.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.