Destaques Formal & Informal

Prefeito de Iranduba foge após ‘rombo’ de R$ 56 milhões

Operação de cumprimentos de mandados, em Iranduba/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Ministério Público Estadual e as Polícias Civil e Militar cumprem na manhã de hoje, terça-feira (10), mandados de prisões contra o prefeito  de Iranduba, Xinaik Silva Medeiros, secretários de Iranduba e empresários.
O grupo criminoso é acusado de crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva, e fraude em licitação que alcançam a milionária soma de R$ 56 milhões roubados dos cofres públicos.

Foram presos a irmã do prefeito, Nádia Medeiros, os secretários de Finanças,  David Queiroz e o chefe da Comissão de Licitação, David Souza.

De acordo com o procurador-geral de Justiça, Fábio Monteiro, o  prefeito Xinaik Silva Medeiros está foragido. Os mandatos foram expedidos pela desembargadora Carla Reis. A Controladoria Geral da União e Ministério Público do Amazonas comanda operação .

A Polícia cumpre ainda 30 mandados de prisão no município. Além dos presos estão sendo conduzidos coercitivamente a sede do MPE na estrada da Ponta Negra outras 15 pesoas que estariam também envolvidas no esquema criminoso liderado pelo prefeito.

Estão envolvidos na operação denominada “Cauxi” mais de 140 pessoas entre policiais, delegados, promotores e procuradores.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.