Entretenimento

Yahoo! é vendido à Verizon por 4,4 mil milhões

A Yahoo! fica com as participações na chinesa Alibaba e na Yahoo Japan/Foto: Divulgação
A Yahoo! fica com as participações na chinesa Alibaba e na Yahoo Japan/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
A Yahoo! fica com as participações na chinesa Alibaba e na Yahoo Japan/Foto: Divulgação

A Yahoo! fica com as participações na chinesa Alibaba e na Yahoo Japan/Foto: Divulgação

É oficial. A Yahoo! aceitou vender os seus principais negócios de à gigante Verizon Communications por 4,8 bilhões de dólares (4,4 mil milhões de euros).

Um negócio que põe fim a 20 anos de projeto de uma empresa independente que deu os primeiros passos como startup na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, quando a internet estava nos primórdios, e teve que correr, mas ficou para trás, de rivais como a Google e o Facebook.

A transação, em dinheiro, inclui o património imobiliário da Yahoo! mas exclui alguma propriedade intelectual que será vendida separadamente.

Além disso, a Yahoo! fica com as participações na chinesa Alibaba e na Yahoo Japan, com um valor de mercado total de cerca de 40 bilhões de dólares (36,4 mil milhões de euros).

Já a operadora de telecomunicações Verizon adiciona ao seu portfólio de serviços o de internet da Yahoo! que conta com cerca de um bilião de utilizadores mensais em todo o mundo, incluindo email, conteúdo noticiosos e outros.

A maior empresa de comunicações móveis dos Estados Unidos acrescenta ainda ativos de crescimento rápido, incluindo aplicações móveis e tecnologia de publicidade para vídeo e dispositivos portáteis.
Juntam-se assim duas vontades, já que a Yahoo! tinha os ativos que a Verzion queria e, ao mesmo tempo, procurava um comprador para a área de internet.

É que empresa atravessava uma crise já longa, que tem contribuído para a desvalorização em bolsa. Só este semestre a empresa norte-americana reportou prejuízos de 537 milhões de dólares (489 milhões de euros).

(tvi24)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.